Entrevista para o JustJared.com

Kellan Lutz posou para algumas fotos exclusivas para o JustJared.com enquanto esteve na Comic-Con 2011, que aconteceu no começo desse mês, em San Diego, Califórnia.
Aqui está o que o bonitão de Crepúsculo, de 26 anos, tinha para compartilhar:
Just Jared: Fale conosco sobre concluir os filmes de Crepúsculo agora que você filmou os dois últimos…
Kellan Lutz: Eu olhei para trás, e você sabe, eu estava trabalhando como ator, e isso era muito legal, eu fui muito afortunado. Eu tinha acabado de terminar Generation Kill, o que me tomou sete meses na África, e um projeto muito épico de se trabalhar com a HBO, e então eu entrei no passeio de Crepúsculo, e ele decolou como o Superman, o brinquedo no Six Flags, onde você simplesmente é atirado, e não faz idéia do que está acontecendo, e simplesmente vai mais e mais alto continuamente, e fica mais divertido.
JJ: Vindo do projeto da HBO, eu tenho certeza de que você tinha muitas idéias para a sua carreira, sem saber que Crepúsculo se tornaria o que se tornou, você chegou perto de recusar esse papel?
KL:  Sim, eu não queria fazê-lo.Eu passei muito tempo filmando na África, sete meses, e isso é muito tempo para estar longe da sua família e cachorros. Meu agente queria que eu fizesse a audição para Edward, e eu li o script e pensei que o personagem seria muito depressivo para mim nesse momento, eu queria fazer algo onde eu sorrisse. Eu queria tirar uma folga da atuação, e disse isso, eu recusei, eu recusei a audição algumas vezes. Ryan, meu agente na época, realmente sabia que esse seria um projeto especial, então ele me falou para fazer a audição para o papel do Emmett, e eu li, e eram cerca de somente quatro falas, mas ele era o irmãozão, o alívio de comédia da história, e eu me apaixonei por ele. Eu disse, “Claro, eu amaria interpretar esse tipo de papel.” Eu fiz a audição, e um tempo depois, aqui estou eu terminando a Saga, e Emmett vai estar no meu coração para sempre.
JJ: Vocês realmente filmaram esses filmes muito rápido.
KL: Foi rápido! Eu estava pensando sobre isso. Quatro anos para fazer cinco filmes é ótimo. Os filmes foram bem legais, esse último demorou sete meses porque nós filmamos dois, o que foi meio difícil, mas foi um passeio divertido.
JJ: Você teve alguns encontros doidos com fãs?
KL: Eu amo as convenções que me levam pelo mundo, especialmente para cidades pequenas. Até então, o mais extremo foi a fã que trouxe algemas e queria me algemar à ela e me levar para casa. Eu estava brincando com ela e disse ‘Só venha me prender e me leve para casa’ e ela puxou umas algemas e a segurança teve que chegar perto. Agora é simplesmente incrível, eu sinto como se os fãs tivesse amadurecido junto com os livros e com os filmes. Ainda é muito extremo, mas eu sinto como se eles estivessem mais perto de nós e que nós somos mais humanos, e não tão esses personagens. Agora é simplesmente divertido sair com os fãs. É muito divertido simplesmente conhecê-los, se nós estamos no mesmo lugar, só sair juntos e conversar durante o almoço, ou tomar uma bebida juntos, todo mundo é muito legal. Eu sou muito afortunado de ter fãs tão amáveis.
JJ: Você tem Immortals saindo, parece ser demais!
KL: Eu estou muito animado por ele. Ele é um sonho se tornando verdade. Trabalhar com Tarsem Singh, que fez The Fall The Cell, dois dos meus filmes favoritos.
JJ: Ele tem um elenco muito legal!
KL: Um elenco incrível! John HurtLuke EvansFreida Pinto, Mickey Rourke Henry Cavill. Para mim, esse foi um passo à frente e um salto enorme. Interpretar Poseidon! Eu amo mitologia grega, eu sou de Peixes — eu amo o oceano. Tantas cartas simplesmente caíram no lugar nesse filme.
JJ: Nós estamos certos de que você tem muitos projetos divertidos vindo no seu caminho com os sucessos que você tem tido. Especialmente com o corpo que funciona para aqueles tipos de papéis…
KL: Surpreendentemente (risos) muitos dos filmes de Chippendale… não, estou brincando.
JJ: A vida real de um Chippendale (risos)…
KL: Confissões de um Chippendale! (risos)
JJ: Qual é a lista das coisas que você quer fazer antes de morrer como ator?
KL: Um papel de boxe, um lutador.
JJ: Você está vendo scripts que estão nesse gênero?
KL: Sim, o que Tom Hardy acabou de fazer (Warrior), eu li aquele script e me apaixonei por ele. Eu amaria fazer o He-Man, ele foi um favorito da minha infância.
JJ: É hora de esse ser refeito.
KL: É! Eu iria amar interpretar um super-herói, algo da Marvel ou da DC, qualquer coisa desse tipo.
JJ: Você está esperando o projeto certo para ser o personagem principal em um filme desses?
KL: Sim, eu estou, eu iria amar fazer Captain America. Eu acho que Chris Evans foi um escolha incrível para ele, e eu mal posso esperar para assistir esse filme. Eu iria amar ser alguém que eu cresci amando.
JJ: Vamos colocar algumas idéias por aí para que os estúdios te liguem…
KL: (risos) Flash, Aquaman, Jonny Quest, eu amava. Você sabe, eu amaria interpretar um Tartaruga Ninja ou alguma coisa desse tipo, Michelangelo.
JJ: São muitas idéias…
KL: Hey! Estou aqui, tem muitos papéis que eu posso interpretar.
JJ: Você tem vários filmes que saíram esse ano, ou que ainda vão sair esse ano — sua agenda deve estar lotada!
KL: Sabe de uma coisa, é legal estar trabalhando. É simplesmente muito estranho ser ator de filmes, porque você filma algo e algumas coisas, especialmente filmes independentes, não saem um ou dois anos depois. Eu me pergunto o que eu fiz em 2010, e tudo sai em 2011. É muito estranho porque o tempo voa.
JJ: Com quem você gostaria de trabalhar no futuro?
KL: Robert Redford, queria muito. Eu simplesmente acho que ele é garanhão.
JJ: Nós podíamos ver você fazendo algo com Scorsese.
KL: Scorsese seria incrível! Eu iria amar fazer algo com Leo [DiCaprio] e com ele. Eu também queria interpretar tipo o papel de um irmão de Matt Damon, ou do Leo, ou algo nesse sentido. Eu acho que seria muito divertido e trivial. Bruce Willis também seria divertido, eu gostaria de ser parte dos filmes de Duro de Matar.
JJ: Você tem tantas idéias!
KL: Bem, eu tenho pensado muito. Eu faço essas metas e coloco elas por aí.
JJ: Você acabou de fazer uma comédia romântica, como foi?
KL: Eu fiz Love, Wedding, Marriage e essa foi uma experiência muito divertida. É algo que eu sempre quis fazer e eu estou feliz por ter feito. Eu faria de novo! Foi divertido.
JJ: Como você encontra tempo para manter o seu corpo na sua melhor forma?
KL: É duro! Especialmente quando a academia fecha. Fazendo os filmes de Crepúsculo, eu estava de maquiagem, e com lentes de contato, e você não pode suar ou você tem que voltar correndo para a cadeira, então quando eu estou trabalhando, tudo o que pode ser feito é não comer e eu tento cortar doces e me manter hidratado. Eu amo nadar, mas eu comecei a correr e eu amo pular corda, e você pode fazer isso dentro de casa.
JJ: Prazeres culposos?
KL: Doces com certeza! Agora é simplesmente uma dessas coisas que eu só não posso ter uma gaveta de doces na minha casa. Eu tenho doces do Halloween dos dias da Arizona, de 2003.
JJ: São algumas coisas bem vintage né…
KL: (risos) É, graças a Deus que não perdem. Minha fireball (um tipo de bala) está, tipo, verde, a cor desaparece, mas ainda é picante.
JJ: Qual é seu paraíso?
KL: Eu recentemente me mudei para perto da praia, e eu amo estar lá. Eu não sei porque eu demorei tanto, mas agora eu vou correr na praia todos os dias, e é lindo.
JJ: Ouro para os paparazzis…
KL: Normalmente eles não estão lá! Quando eu vivia no Valley, eles ficavam parados na porta da minha casa; agora que eu mudei, eu nunca estou em casa, então eles não conseguem achar onde eu moro. É meio que legal.
JJ: Quais são as melhores e as piores coisas que vieram junto com a fama?
KL: A melhor coisa é poder viajar mas também emprestar a minha voz para caridades das quais eu faço parte. Eu acho que muitas organizações como o Boys and Girls Club, e o Saint Bernard Project, e o Peta, eu sou um grande defensor dos animais e das crianças. É legal ajudar fundos de doação, muitas das vezes elas são ótimas organizações, elas simplesmente não tem uma voz. Eu gosto de espalhar a conscientização, e foi por isso que eu criei um twitter. Eu amo a diligência dos fãs por serem parte disso. Por outro lado, a parte ruim é que eu não posso realmente ir para Vegas mais, e flertar com garotas nas piscinas, como eu costumava e adorava fazer.
JJ: Nós temos certeza que menos pessoas te chamam para sair agora que você está constantemente trabalhando, e pode parecer inatingível algumas vezes por causa do que você faz…
KL: Sim, sabe de uma coisa, as pessoas tem motivos alternativos. Graças a Deus eu ainda tenho meus bons amigos que eu ainda tenho desde antes de tudo acontecer. Namorar é meio que difícil nesse momento porque eu estou ocupado, eu estou solteiro. Eu sou só um cara normal, eu estou sempre procurando. Agora eu sei o que eu quero.
JJ: Quem você gostaria que nós colocássemos ao seu lado em He-Man para que nós pudéssemos talvez fazer nascer um romance?
KL: Ooo… Quem, quem, quem… Nós poderíamos colocar Jessica Biel.
JJ: Ela está solteira!
KL: Ela está fazendo as coisas dela! Quer saber de uma coisa, eu gostaria de conhecer muito mais gente, é meio difícil porque você só conhece as pessoas com quem você está trabalhando.
JJ: Quem deveríamos colocar para dirigir He-Man? Eu acho que estou pensando em alguém sombrio como Guillermo Del Toro.
KL: Guillermo seria incrível na verdade.
JJ: Qual é a próxima coisa para você?
KL: Eu tenho um filme chamado Bumped, que eu estou fazendo, em Buffalo, NY. Acabei de terminar um filme chamado Syrup, o qual foi muito divertido. E então eu estou produzindo. Eu estou fazendo esse filme chamado Lucas, o qual é basicamente um filme do tipo de Jason Bourne, com Scott Free Entertainment, eles estão junto para produzir.
JJ: Você vai estrelar nele?
KL: Sim, é um script muito legal. É muito bom entrar no lado da produção das coisas, e fazer sua própria estrada acontecer.
JJ: Você está animado para fazer mais cenas de luta e ação?
KL: É, o filme vai ser todo de ação. É um trhiller psicológico também.
JJ: Você vai fazer suas próprias cenas de ação?
KL: Eu espero que sim! Eu vou poder fazer agora, porque eu sou produtor nesse filme. Uma coisa onde ninguém vai poder me dizer que eu não posso.
JJ: Só não diga isso ao seu agente.
KL: (risos) Eu sei. Ele não se importa, ele gosta das minhas cicatrizes de batalha. Eu fiz um filme chamado Arena, e um facão cortou meu peito.
JJ: Nós mal podemos esperar para ver isso!
KL: Eu tenho estado praticando meus saltos.
Fonte: JustJared via Foforks