Kellan Fala Sobre Seus Colegas de Elenco, Roupas e Violão!


Aqui estão dois trechinhos de entrevistas de Kellan Lutz onde ele conta com quem aprendeu a tocar violão, apesar de não conseguir cantar nada aushaus, além de falar também sobre sua nova linha de roupas, e como Rob ficou sabendo que ele a criou. Confiram:
PhotobucketKellan conta ao LA Times que ele aprendeu a tocar violão com Rob e Jackson

“Eu peguei alguns livros e alguns aplicativos do iPad, mas eu tive que trabalhar com Rob e Jackson em todos esses filmes, e eles são músicos brilhantes,” ele disse. “Eu aprendi com pessoas talentosas.”
Pattinson tem estado dedilhando e cantando há algum tempo agora, até mesmo contribuindo com algumas músicas para o primeiro filme de Crepúsculo. Rathbone está na banda 100 Monkeys.
Ainda assim, não prenda o fôlego esperando um “Crrepúsculo: O Musical.”
“Eu não canto nada,” diz Lutz, “mas eu gosto de colecionar hobbies.”
E brinca sobre Rob enquanto fala sobre sua nova linha de roupas (via E!Online)
Nós conversamos com o ator que se tornou ‘fashionista’ na WWE SummerSlam Party da noite passada e eventualmente a conversa se voltou para sua nova linha, The Abbot + Main. Então podemos esperar ver seu colega de elenco Robby arrebentando com as roupas do designer?
“Rob e eu estávamos conversando sobre fazer uma linha de roupas juntos!” Kellan surpreendeu os repórteres ao revelar isso.
Vamos lá de novo, Lutzy? É difícil para nós imaginar R. Pattz passando seu tempo reunindo sua linha de Outono.
“Ele não sabia que eu estava fazendo a minha,” Kellan explicou antes de reencenar sua conversa (completa com um sotaque falso de R. Pattz, é claro): “Ele estava tipo, ‘eu devia criar uma’ e eu tipo ‘Oh.’ E ele descobriu que eu estava fazendo e falou, ‘Mesmo?’ Foi muito engraçado. Ele quer fazer uma também.”
Mas enquanto o ex-modelo Kellan colocou toda a chique Venice Beach na sua coleção, como seria a de Rob?
Kellan brinca, “Do que a chamaríamos, nós a chamaríamos de ‘Trapos por Rob’ ou algo assim, porque ele está sempre tão tipo, eu não sei… descolado.”